esculturas de CARLOS RODRIGUES

Voltar

ESCULTURA DOS 50 ANOS G.C.V.

Em 2012 foi-me lançado um desafio: criar uma escultura para a sede do Ginásio Clube Vilacondense, que homenageasse os fundadores e todos os atletas que representam as sete modalidades da maior associação desportiva de Vila do Conde, e uma das mais importantes a nível nacional. Criei uma instalação em que a figura principal foi inspirada na frase da pintora mexicana Frida Kahlo "Para que preciso de pés se tenho asas para voar?" Na fase de criação a escultura foi perdendo membros, ganhou asas pa1 Em 2012 foi-me lançado um desafio: criar uma escultura para a sede do Ginásio Clube Vilacondense, que homenageasse os fundadores e todos os atletas que representam as sete modalidades da maior associação desportiva de Vila do Conde, e uma das mais importantes a nível nacional.
Criei uma instalação em que a figura principal foi inspirada na frase da pintora mexicana Frida Kahlo "Para que preciso de pés se tenho asas para voar?"
Na fase de criação a escultura foi perdendo membros, ganhou asas para voar mais alto, ir mais longe e tornar-se mais forte.
É essa a imagem do “Atleta GCV”, treinadores e dirigentes que ao longo destes 50 anos deram o seu contributo ao clube.
A contornar a figura principal, estão gravadas em círculos de pedra negra, figuras das sete modalidades do clube, também elas privadas de membros.


Alimentado por Artmajeur