esculturas de CARLOS RODRIGUES

LISTA DE PREÇOS
12 Kunstwerke


É um fascínio pegar numa rebarbadeira na mão e dar alma a um bloco de mármore, que precisou de milhões de anos para se transformar em substância sólida, mas flexível, rude, mas sensível, tosca, mas bela. É na essência dessas características que me amarro no processo de criação das minhas esculturas. Quero que quem olhe para a escultura veja os contrastes da tal pedra que esteve milhões de anos enterrada, para depois, na banca do atelier, sofrer uma metamorfose, com firmeza e uma certa rudeza, é

ESCULTURA EM MÁRMORE RECORTADO
13 Kunstwerke


Trabalhos em mármore muito fino, de várias cores e espessuras, que me dão liberdade para criar esculturas com inclinações e formas diferentes. Este jogo de mármores dá à escultura um baixo-relevo interessante, num jogo de perspectivas muito rico, sem necessidade de recorrer ao grande esforço que despendo nas escultoras tridimensionais.

ESCULTURA DOS 50 ANOS G.C.V.
4 Kunstwerke


Em 2012 foi-me lançado um desafio: criar uma escultura para a sede do Ginásio Clube Vilacondense, que homenageasse os fundadores e todos os atletas que representam as sete modalidades da maior associação desportiva de Vila do Conde, e uma das mais importantes a nível nacional. Criei uma instalação em que a figura principal foi inspirada na frase da pintora mexicana Frida Kahlo "Para que preciso de pés se tenho asas para voar?" Na fase de criação a escultura foi perdendo membros, ganhou asas par

GUERREIRO GALAICO
4 Kunstwerke


Para criar este obra, fui inspirar-me em várias estátuas de guerreiros Galaicos, descobertas por todo o noroeste peninsular. No meu guerreiro em granito de Boticas, com 4 metros de altura, inseri o Triskel, símbolo maior da nação Galaica, a Caetra, um pequeno escudo, a lança e pormenores que as estátuas pesquisadas me sugeriram. Esta obra está situada na "Casa da Mata" a cerca de 1 km do Castro de Bagunte em Vila do Conde.

SANTIAGO DE VILARINHO
10 Kunstwerke


Em 1995 fiz peia primeira vez o Caminho de Santiago. Parti com uma pequena mochila às costas, para percorrer 230km, a distância que une Vilarinho e Santiago de Compostela. Dias depois, ao pôr-do-sol, estava em frente à Catedral, cansado, com dores no corpo, mas com uma felicidade tamanha por estar ali com pessoas dos quatro cantos do Mundo, num local que se viria a tornar tão especial para mim. Foi um encanto descobrir Santiago de Compostela. A magia da manhã e da noite, das igrejas e das bodega

OS PEIXES
8 Kunstwerke


É um fascínio pegar numa rebarbadeira na mão para dar alma a um bloco de mármore, que precisou de milhões de anos para se transformar em substância sólida, mas flexível, rude, mas sensível, tosca, mas bela. É na essência dessas características que me amarro no processo de criação das minhas esculturas. Quero que quem olhe para a escultura veja os contrastes da tal pedra que esteve milhões de anos enterrada, para depois, na banca do atelier, sofrer uma metamorfose, com firmeza e uma certa rudeza,

OS PÁSSAROS
11 Kunstwerke


É um fascínio pegar numa rebarbadeira na mão para dar alma a um bloco de mármore, que precisou de milhões de anos para se transformar em substância sólida, mas flexível, rude, mas sensível, tosca, mas bela. É a essência dessas caraterísticas que me amarro no processo de criação das minhas esculturas. Quero que quem olhe para a escultura veja os contrastes da tal pedra que esteve milhões de anos enterrada, para depois, na banca do atelier, sofrer uma metamorfose, com firmeza e uma certa rudesa, é

FLORES PARA TI
6 Kunstwerke


É um fascínio pegar numa rebarbadeira na mão para dar alma a um bloco de mármore, que precisou de milhões de anos para se transformar em substância sólida, mas flexível, rude, mas sensível, tosca, mas bela. É a essência dessas caraterísticas que me amarro no processo de criação das minhas esculturas. Quero que quem olhe para a escultura veja os contrastes da tal pedra que esteve milhões de anos enterrada, para depois, na banca do atelier, sofrer uma metamorfose, com firmeza e uma certa rudesa

MENINAS À SOMBRA
11 Kunstwerke


Ao pegar na rebarbadeira para aparar um bloco de mármore, que precisou de milhões de anos para se transformar em substância sólida, mas flexível, tosca, mas sensível, rude, mas bela, tenho a noção que não posso eliminar parte dessas caraterísticas no processo de criação das minhas esculturas. Ao criar uma escultura em pedra, não quero que a vejam como carne, nem que a toquem e sintam com a leveza da madeira. Tal como gosto de conservar a suas caraterísticas, quando essa pedra passa pelas minha

AS ÁRVORES
13 Kunstwerke


Árvores curvadas, velhas e novas, árvores em flor e já com frutos, árvores com aves, com Ritas, Rosas, Joanas...ou, simplesmente, sós. As minhas obras refletem as lutas e diálogos que venho travando com a pedra, ao longo de dias, semanas, meses e anos.

HOMENAGENS
7 Kunstwerke


Esculturas que para além função decorativa, tem o importante papel de homenagear.

ESCULTURAS SOLTAS
41 Kunstwerke


Ao pegar na rebarbadeira para aparar um bloco de mármore, que precisou de milhões de anos para se transformar em substância sólida, mas flexível, tosca, mas sensível, rude, mas bela, tenho a noção que não posso eliminar parte dessas caraterísticas no processo de criação das minhas esculturas. Ao criar uma escultura em pedra, não quero que a vejam como carne, nem que a toquem e sintam com a leveza da madeira. Tal como gosto de conservar a suas caraterísticas quando essa pedra passa pelas minhas


©2021 Carlos Rodrigues | Sitemap |
Präsentiert von Artmajeur